Dicas para dias chuvosos

Para quem possui algum tipo de deficiência física, dias de chuva podem ser um problema, principalmente pela carência de ações do poder público que facilitem a acessibilidade. Com isso, a blogueira Laura Martins listou oito dicas por experiência própria para minimizar esses apertos. São elas:

(1) Se você não está com imunidade fortalecida, é melhor evitar a chuva, principalmente se o dia estiver frio e se estiver ventando, para não correr risco de se resfriar. Uma alternativa, se você não estiver de carro, é pedir ao motorista de táxi, Uber ou Cabify que entre em sua garagem e, no desembarque, pare dentro da garagem do local aonde você for.

(2) Proteção para a cabeça é fundamental. Use um boné ou um chapéu. Outra opção é um casaco impermeável com capuz. Nada de coisa feia, por favor; dê seu jeito para ficar charmosa ou charmoso também debaixo de chuva.

(3) Os pés precisam estar protegidos. Opte por usar uma meia que proteja sem apertar, bota impermeável ou galocha (que é de PVC) e calça de tecido mais resistente à chuva. Dica: eu uso um impermeabilizante para couro, a fim de que as botas fiquem mais protegidas. Isso porque às vezes pego muita chuva, principalmente quando viajo. O impermeabilizante forma uma barreira protetora, repelindo líquidos. Além disso, uso uma legging tipo segunda-pele por baixo da calça jeans, para proteger ainda mais.

(4) Capa de chuva para cadeirante não é algo simples de se encontrar, mas você pode mandar fazer. Na falta dela, use um casaco impermeável com ou sem capuz.

(5) Pescoço protegido é uma boa coisa. Use uma echarpe ou um cachecol.

IMG_1279
Laura Martins em Newcastle upon Tyne, na Inglaterra

(6) Se você usa cadeira manual, tenha luvas de couro, porque não é possível empurrar os aros molhados sem correr sérios riscos. Isso, se você conseguir empurrá-los, porque eles ficam escorregadios. As luvas de couro resolvem.

(7) Se você usa cadeira motorizada, proteja o joystick com um saco plástico.

(8) Quem tem mobilidade reduzida, precisa prestar atenção para que o solado do sapato seja antiderrapante. E quem usa muletas precisa contar com excelentes ponteiras de borracha, para evitar quedas. Eu já caí algumas vezes em calçada de mosaico português, quando me locomovia usando muletas canadenses.

Leia a matéria completa no link: cadeiravoadora.com.br/cadeirante-na-chuva/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s